Saber em debate com as normas – dicas essenciais para um bom texto
   Luiz  André Medeiros  │     1 de junho de 2015   │     9:09  │  7

redação

Escrever nem sempre é tarefa fácil, mas existem dicas para uma boa redação que vão transformar você em um escritor atento e competente.

  1. Na redação do Enem, título conta como linha e deve ser considerado?

O título da redação deve ser considerado como TEXTO VÁLIDO, portanto corresponde como linha contada, exceto o que estiver fora do espaço reservado para a redação.

ATENÇÃO! Tudo o que estiver ESCRITO FORA desse espaço deve ser DESCONSIDERADO.

VEJA! Nem todo vestibular pede que sua redação tenha um título. Caso ele seja expressamente solicitado, não se esqueça de que deve ser constituído por uma frase nominal, ou seja, nada de verbos. Prefira títulos curtos e não pontue ao seu final.

  1. O recuo de 2 cm do parágrafo deve ser avaliado no texto? Se a maioria não apresenta tal recuo, em qual Competência o candidato será penalizado?

O início do parágrafo sem os dois centímetros é um uso consolidado. Se ele não tiver noção de que sua marca de paragrafação deve ser sempre igual (sempre sem recuo algum ou com os recuos sempre na mesma distância), isso deve ser considerado na Competência I. Portanto, é imprescindível que o

Atenção quanto à forma da redação. Respeite o recuo dos parágrafos, geralmente são dois centímetros a partir da margem (você deve ter aprendido isso lá na alfabetização, por que deixar de usar o que aprendeu?), use o hífen quando fizer uma separação silábica e nunca, nunca pule linhas entre um parágrafo e outro, certo?

  1. Como deve ser considerado um pequeno desabafo?

Se ocorrerem desabafos de pouca extensão dirigidos à banca corretora, a situação é clara: Parte desconectada (nota zero). Ou seja, nada de desabafos! O texto é de caráter objetivo, mantenha-se focado na argumentação.

  1. Se, na redação, o candidato escreve corretamente um termo como “IMPRESCINDÍVEL” e em outro parágrafo apresenta “IMPRESCINDIVEL”, sem o acento, deve ser contado como erro, numa redação nível 5 na competência I, por exemplo?

Se o participante ora acentua, ora não acentua uma palavra, ele está errando, por distração, ou por estar em dúvida, não importa. SE ESTA FOR A ÚNICA OCORRÊNCIA QUANTO AO DOMÍNIO DA NORMA CULTA, ELE CONTINUA COM O NÍVEL 5.

  1. É permitido ao participante redigir a redação na 1ª pessoa do plural?

Sim, desde que o texto seja dissertativo-argumentativo. Pode haver trechos de narrativas, que, às vezes, vêm em primeira pessoa (do singular ou do plural) e constituem argumentos, exemplos. Neste caso, não deve haver desconto de nota.

Atenção! A terceira pessoa é a mais apropriada para redação dissertativa- argumentativa, mas algumas organizadoras de vestibulares ou concursos admitem o uso da primeira pessoa do plural. Na dúvida, procure ser imparcial, veja:

Nós precisamos de um país que invista no ser humano. [Alguns vestibulares e concursos aceitam]
As pessoas precisam de um país que invista no ser humano.[Todos os vestibulares e concursos aceitam]

>Link  

COMENTÁRIOS
7

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

    1. Luiz André Medeiros Post author

      Olá Amanda, aqui é equipe do Projeto Saber em Debate. Ficamos muito felizes em saber que você anda acompanhando nossas publicações, e esperamos que continue a acompanhá-las! Apresente aos seus amigos e conhecidos, pois logo traremos ainda mais novidades para o blog!

      Reply
  1. Cristina

    Oi,

    que post demais!
    Eu sei o quanto é recompensador fazer posts frequentes!

    Tenho feito posts sobre o Cursinho Descomplica no meu blog maiseducativo.com.br

    Beijos!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *