SABER EM DEBATE E AS DÚVIDAS QUE MERECEM SER ESCLARECIDAS
   Luiz  André Medeiros  │     10 de setembro de 2015   │     11:16  │  0

4º Aulão

                                                             COMPETÊNCIA I

 

  1. Particípio
    Vamos usar este exemplo retirado do Último Segundo: “Ele já havia pago a conta”. A forma correta seria havia pagado porque o verbo pagar tem mais de uma forma no particípio. Use, portanto, o particípio regular — aquele que termina em adoedoido etc — quando o verbo auxiliar for ter ou haver. E use o particípio irregular com ser ou estar. A mesma regra vale para os verbos aceitar, morrer, pegar, pagar, salvar etc.
  2. Concordância com porcentagem
    É correto afirmar que 65% da populaçãousamtransporte público? Não. O correto é usa porque a concordância com porcentagem é determinada pelo partitivo do sujeito. Portanto, o correto é afirmar que 65% da população usa transporte público ou que 65% das pessoas usam transporte público. Há três exceções para essa regra:
    :: Termo particularizador: Os 20% da população são favoráveis ao ato.
    :: Substantivo anteposto: Da população, 20% são favoráveis ao ato.
    :: Verbo anteposto: São favoráveis ao ato 20% da população.
  3. Parônimos
    Nunca diga que aquele evento que as pessoas não notaram passou desapercebido. Prefira dizer que passou despercebido. Essas palavras são parônimas porque têm sentidos diferentes, mas grafias parecidas. Despercebido significa aquilo/aquele que não suscitou atenção. Desapercebido significa despossuído, sem posse ou recurso.
  4. Verbo haver
    Dizer que houveram muitas agressões é uma agressão à Língua Portuguesa. O verbo haver, no sentido de existir, não admite flexão de número. O correto, portanto, é afirmar que houve muitas agressões. Mas cuidado: quando haver estiver em sentido auxiliar, flexiona-se normalmente. Um exemplo: “eles haviam saído”.
  5. Ao invés de vs. Em vez de
    A revista Veja noticiou que “400 estabelecimentos comerciais usam, ao invés de motos ou carros, bicicletas em seus serviços de entrega”. O problema é que ao invés de tem o sentido de oposição, contrariedade. Bicicletas não são o oposto de motos e carros. Elas apenas são diferentes, substitutas. Por isso, o correto seria em vez de.
  6. Conjugação verbal
    Um mediador media o debate, certo? Errado. O mediador medeia o debate. Medeia pode causar estranheza, mas é a forma correta. Para não errar, use a regra do MARIO. Trata-se de um conjunto de cinco verbos que são conjugados da mesma forma:
    :: Mediar (ele medeia)
    :: Ansiar (ele anseia)
    :: Remediar (ele remedeia)
    :: Incendiar (ele incedeia)
    :: Odiar (ele odeia)
  7. Preposição e artigo com verbo no infinitivo
    Apesar da regra ser clara, muitas pessoas erram. Em construções desse tipo, o verbo no infinitivo determina que não haja aglutinação de preposição e artigo. Portanto, o correto seria dizer que, apesar de a regra ser clara, muitos erram.
  8. Adjetivo vs. advérbio
    Uma matéria do Estadão informa que “Dilma Rousseff tem insistido no fato de que o desenvolvimento sustentável no País é um caminho sem volta, independente das oscilações da economia”. O problema é que independente é adjetivo. O correto seria empregar o advérbio independentemente.
  9. Pronome indefinido
    Todo mundo 
    foi criança. No entanto, muitos não aprenderam (ou esqueceram) que o correto é afirmar que todo o mundo foi criança. Afinal, todo tem sentido de qualquer. Todo o tem sentido de totalidade.
  10. Crase
    Uma matéria do Infonet assim informou: “À partir de 18h, ele marcará presença em show musicais”. O correto seria a partir porque crase expressa a aglutinação entre a preposição a e o artigo definido feminino (a ou as). Não se usa crase, portanto:
    :: Diante de termos masculinos: Isso cheira a vinho.
    :: Diante de verbos: A partir das 18h, ele marcará presença.
    :: Diante de numerais: Estou a dois passos do paraíso.
    :: Em sentido de indeterminação: Vai muito a festas.
    :: Diante do nome de cidades, sem termo particularizante: Fui a Roma.
    :: Diante de pronomes, em geral: Dei a ela um presente.
    :: Em locuções com palavras repetidas: Ficamos cara a cara.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *