Redação Aluno Redação em Debate
   Luiz  André Medeiros  │     22 de fevereiro de 2016   │     21:13  │  0

Nova Turma Red 10 comp André
O Projeto Saber em Debate retorna mais uma vez com a avaliação de seus alunos a fim de acompanhar seus respectivos desenvolvimentos em cada competência ao longo de todo o ano. Essa é mais uma de nossas características que nos aproxima da excelência, o fato de sempre procurarmos manter uma avaliação crítica na intuito de melhorar semanalmente a produção textual de nossos alunos.

A redação a seguir é referente ao primeiro tema postado no blog este ano.

Obs.: A redação fora transcrita mantendo-se todas as características do texto original do aluno, o que inclui todos os possíveis erros de ortografia e concordância.

Redação do aluno João Victor Castro Villela

2 1

          A premissa filosófica dos Iluministas estabelece que a ética é um direito de todo o cidadão. Assim, o perfil privilegiador da sociedade brasileira explora econômia e socialmente as camadas mais baixas da população. Desse modo, o equilíbrio ético que a Constituição prevê é fundamental para extinguir com as facilidades dos detentores de poder.
    O Estado detém a legitimidade legal das instâncias púbicas e necessita do povo para identificar suas carências e agir as suprindo-as. Contudo, a gestão política onera os mais pobres e beneficia os detentores do poder econômico, acarretando na a gradativa perda de direitos de muitos cidadãos. Dessa maneira, o senso ético no cotidiano é enfraquecido e os espaços sociais em que se constroem a democracia perdem sua força, em vista dos interesses contraditórios entre o Governo e a população.
                Segundo o sociólogo Thomas Marshall, a cidadania se constrói com o acréscimo de direitos numa comunicação entre o Estado e os atores sociais. Porém, o descaso com a sociedade aflige o bem-estar da democracia, assolando a qualidade de vida da maioria para o benefício da classe dominante. Esse choque de interesses exaure aos poucos os princípios éticos da gestão política, decorrendo numa sociedade com pouca participação e descrente da moral dos representantes públicos.
                O diálogo construtivo entre os diversos agentes públicos e os cidadãos é primordial para a ética social. Pois, somente ao se identificar as reais necessidades do povo, é possível avançar com medidas sociais. Por meio de portais comunicativos virtuais e espaços públicos de debate, a cidadania irá se aperfeiçoar juntamente com a democracia, a medida que as conquistas da comunicação justa, a ética estará sendo posta em prática.

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *